Na Super Nacional, aconteceu mais uma vitória de Hélder Miranda, que passou para a liderança do Campeonato, por troca com Celso Moura, que teve uma prova marcada pelo azar.

No Campeonato de Iniciação, e tal como Rui Sirgado nos Super 2000, também Hugo Lopes merece ser o "Super" Hugo, pois é forte o domínio que tem exercido.

No Troféu Super Challenge 1000, continuam a ser poucos os concorrentes, mas continuam a ser bem interessantes os despiques pelos vários lugares da classificação e, também, pequenas  as diferenças entre os vários pilotos.

Uma presença bem notada, em Montalegre, aconteceu na tarde domingo. Referimo-nos a Ni Amorim, um nome que não necessita de apresentação e que faz parte da nova direção da FPAK. Um direção que tinha tomado posse na segunda-feira anterior.

Nos Super Car a vitória na primeira corrida foi de Joaquim Santos.

Nos Super 2000, até parece fácil para Rui Sirgado. Mas não é, pois a concorrência continua muito forte. Desta vez, foi encabeçada por Ricardo Costa.

Na Super Nacional, a categoria mais participada desta jornada de Montalegre, houve duas séries na primeira corrida de classificação.

Apoios

                    

rodape_3.png
Go to top
JSN Boot template designed by JoomlaShine.com