Apoios

Depois de alguns problemas de juventude no DS3, ocorridos este ano na estreia do Citroën, Pedro Matos optou por não alinhar nas restantes provas. No próximo ano, quer regressar em força.

 


O Citroën DS3, de Pedro Matos, esta temporada, teve alguns problemas de motor, que o obrigaram a repensar o resto da época. Segundo Pedro Matos, foram “problemas com a gestão do motor, que nos levaram a parar, para os resolvermos. Daquela forma, não valia a pena continuar”. Problemas já detetados e cuja solução, neste momento, já é conhecida.
Quanto ao próximo ano, os planos passam por “participar na jornada de Montalegre, pontuável para o Campeonato do Mundo de Ralicross. Depois, também nas jornadas do Campeonato Nacional”, referiu Pedro Matos ao OffRoad Portugal, esperando que o calendário seja conhecido rapidamente.
Quanto à outra piloto do Team, Ana Matos, nada está ainda decidido. A equipa está a tentar reunir apoios e vai depender deles que a irmã de Pedro Matos participe, ou não, no Campeonato de 2016. Esperamos que os consigam.

O Citroën DS3 de Pedro Matos, no Ralicross Sever do Vouga (foto de arquivo)

Pedro Matos no Ralicross de Mação 2014 (foto de arquivo)

Apoios

                    

rodape_2.png

Rx-Kx-SB na Federação

FPAK

Go to top
JSN Boot template designed by JoomlaShine.com