O Campeonato da Iniciação vai ter mais uma piloto, já esta temporada de 2018.

 

 


Esta época, a Iniciação vai contar com mais uma estreia. Filha de um nome bem conhecido, no Off-Road, é ela quem se apresenta, no início de uma pequena conversa.
“Sou a Ariana Rodrigues, tenho 14 anos e sou de Portimão. Frequento o nono ano de escolaridade. Nos meus tempos livres, pratico Karaté, onde também disputo o Campeonato Nacional, nas vertentes de ‘kata’ e ‘kumite’, combate”.
Como alguns já adivinharam, a Ariana é filha de Jorge Rodrigues, o conhecido piloto algarvio, que conduziu carros como o Citroën Xsara e o Peugeot 206.
Depois de este aparte, Ariana Rodrigues continuou, contando-nos como começou a gostar de Ralicross.
“A minha paixão pelo desporto automóvel começou, literalmente, quando nasci. Ainda estava na barriga da minha mãe e já ia ‘ver’ corridas. Depois, recordo-me de ir apoiar o meu Pai, em todas as corridas que ele fez e quando o via correr, ficava sempre muito contente”. Um intervalo e mais uma recordação. “Lembro-me de numa corrida, em Castelo Branco. Do carro do meu Pai ter tido problemas mecânicos, o que o impediu de terminar a prova. Quando ele regressou às boxes, comecei a dar pontapés nos pneus. As pessoas perguntavam-me o porquê de estar a fazer isso e eu respondia que estava chateada, pelo que tinha acontecido. Tinha três anos de idade, nessa altura”.
E não ficaram por aí, as suas lembranças. “Recordo-me de vários momentos engraçados, com o pessoal da equipa Sirgado & Sirgados e com eles a darem-me a alcunha de ‘moranguito”.
Para esta época, os objetivos “são bastante simples. Divertir-me e aprender ao máximo”. Depois, continuou. “Ainda não tive qualquer experiência com o meu carro, visto que ele está em Tomar, a ser preparado na Sirgado & Sirgados. Vou-me iniciar com um Peugeot 106 S1400”.
Mas, segundo Ariana nos referiu, tudo tem sido mais ou menos fácil. “Não foi nada difícil convencer o meu Pai (Jorge Rodrigues) para me iniciar, pois ele também é um apaixonado por este desporto e está a ajudar-me a concretizar o meu sonho de criança, como um autêntico Pai babado. Tenho muito que lhe agradecer”.
Agradecer ao Pai e não só. “Tenho de agradecer à minha família, em primeiro lugar, por todo o apoio que me tem dado. Também aos Sirgado & Sirgados, que são uns grandes amigos de longa data e têm sido incansáveis. Sem eles o projeto não teria sido possível. Também ao resto da equipa, que já me está a dar o seu contributo e que me continuarão a ajudar no futuro”.
E pronto. Ficava por aqui mais uma conversa, desta vem com uma jovem aspirante a piloto que, seguramente, ainda vai dar muito que falar. Para já, também ficará no rol dos pilotos que mais quilómetros fazem, para chegarem às pistas e regressarem a casa, neste radical e competitivo Campeonato de Iniciação, do PTRx.

Ariana Rodrigues

Ariana, em 2006 ao “volante” do Mitsubishi que já foi de seu Pai, um carro ex-Eivind Opland

Direitos de autor © 2018 Offroad Portugal. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um software livre produzido sob a licença GNU GPL.
Go to top
JSN Boot template designed by JoomlaShine.com