O Dayinsure World Rallycross of Great Britain, igualmente pontuou para o Campeonato da Europa e para o RX2. Este, uma International Series.


Timmy Hansen venceu no WRX, e passou para a liderança do Campeonato, por troca com o seu irmão mais novo, Kevin.
Nas mangas de qualificação, foi Timmy Hansen quem venceu, com o seu Peugeot 208, seguido de Andreas Bakkerud, Audi S1, e Kevin Hansen, Peugeot 208. Timmy venceu as mangas de sábado e Andreas, as de domingo
Joni Wiman, um finlandês que, com o Hyundai i20, voltou a aparecer nos lugares da frente, foi o quarto classificado.
A primeira meia-final foi ganha pelo mais velho dos irmãos Hansen, seguido de Anton Marklund, Renault Megane e de Timo Scheider, Seat Ibiza. A outra meia-final foi dominada pelos Audi S1, com Andreas Bakkerud, Liam Doran e Krisztián Szabó. Foram estes os pilotos apurados para a final. Esta foi mais uma corrida muito bem disputada, com Timmy Hansen a conseguir a sua segunda vitória da temporada, o que leva a que tenha sido o primeiro piloto a bisar, no lugar mais alto do pódio.
Andreas Bakkerud foi segundo, a 8 décimos do vencedor, seguido de Anton Marklund. Timo Scheider, Krisztián Szabó e Liam Doran, este somente com 4 voltas, foram os restantes qualificados.
Kevin Hansen, que chegou a Silverstone na liderança do Campeonato, não passou da primeira meia-final, ao terminar esta, na sexta posição.
O Campeonato de pilotos é liderado, agora, por Timmy Hansen, com 88 pontos, seguido do seu irmão Kevin, 84, e de Andreas Bakkerud, com menos 11 do que o líder.
Na classificação por equipas. O Team Hansen MJP, lidera com um total de 172 pontos, seguido do GRX Taneco, com 148.

Larsson no ERX
Em Silverstone deu-se o arranque do Campeonato da Europa de Supercar, com a presença de 17 pilotos.
Robin Larsson, Audi S1, dominou e venceu. Primeiro, nas mangas de qualificação, venceu três, com Tamas Káray, noutro S1, a ganhar a restante.
Nas meias-finais, Thomas Bryntesson, VW Polo, venceu a segunda e Robin Larsson a primeira.
Na final, Larsson voltou a dominar e foi o primeiro a concluir as cinco voltas, mas sempre seguido de perto por Bryntesson e pelo Peugeot de Sean-Marie Dubourg. Três pilotos que terminaram dentro do mesmo segundo. Já com alguma diferença, classificaram-se depois, René Münnich, Seat Ibiza, Andrea Dubourg, Peugeot 208, e Pontus Tideman, VW Beetle.
O Campeonato tem nos três primeiros lugares, os três pilotos que terminaram no pódio, a final. Larsson, 30 pontos, Bryntesson, 26, e Dubourg, 23.
Na RX2, aconteceu mais uma vitória para Oliver Eriksson, que domina esta categoria. Jesse Kallio e Vasily Gryazin, acompanharam-no no pódio.
Eriksson lidera o troféu, com 89 pontos, mais 19 do que Jesse Kalio.
A próxima jornada é na Noruega, em Hell, e vai contar com a presença de Mário Barbosa, com o seu Citroën DS3. Realiza-se dias 14 e 15 de junho.

Fotos – Johnny Loix (direitos reservados)

Timmy Hansen venceu no WRX

Hansen seguido de Bakkerud voam para o pódio

Baixar da bandeira no WRX

Pódio WRX – Bakkerud, Hansen e Marklund

ERX – Larsson e Bryntesson

Pódio ERX – Bryntesson, Larsson e Dubourg

RX2 – Oliver Eriksson

Pódio RX2 – Kallio, Eriksson e Gryazin

Incidentes

rodape_1.png
Go to top
JSN Boot template designed by JoomlaShine.com