Facebook

Apoios

O primeiro título da época, foi entregue no Ralicross de Montalegre. Foi no Kartcross e a Jorge Gonzaga, depois deste vencer a sua final.


Além de Jorge Gonzaga, Mauro Reis venceu nos Super Buggy, Pedro Tiago, na A1.6, Mário Teixeira, na Super 1600, Paulo Sousa, na Nacional, e Gonçalo Novo, nos Iniciados. Nos Super Car, houve um único participante.
Esta jornada do Campeonato de Portugal de Ralicross, teve somente 41 pilotos a participar. Número que é o mais pequeno de toda a temporada.
Fotos – OffRoad Portugal (direitos reservados)

A primeira de Gonçalo Novo
Nos Iniciados, que abriram o programa, as vitórias nas corridas foram de Rodrigo Correia, Peugeot 205, com três, e de André Monteiro, Toyota Corolla.
Eram eles os dois primeiros na grelha da final, seguidos por Gonçalo Novo, Toyota Starlet, e Gonçalo Macedo, VW Polo.
Na final, Rodrigo Correia chega à primeira curva na frente, seguido por André Monteiro. Este bate na traseira de Correia, que para pouco depois. Monteiro é o primeiro a cortar a meta, seguido por Novo e Macedo.
Pouco depois, o piloto do Corolla viria a ser desqualificado da final, pelo toque dado em Rodrigo Correia. A vitória fica na posse de Gonçalo Novo, seguido por Gonçalo Macedo e Rodrigo Correia.
Correia continua na liderança, seguido por Gonçalo Macedo e Gonçalo Novo. Entre o primeiro e o segundo, deverá haver uma diferença de 30 pontos.
Classificação final

Gonçalo Novo

Gonçalo Macedo

Rodrigo Correia

Paulo Sousa, na Nacional
Com seis participantes, na Categoria Nacional, as vitórias nas qualificações foram divididas, equitativamente, entre Paulo Sousa, BMW E 30, e João Novo, Peugeot 106. Este, a reaparecer, depois de ter estado ausente na jornada anterior devido a um acidente.
Eram deles a primeira linha da grelha, com Sousa na pole. Seguiam-se Adão Pinto, Opel Astra, ainda na primeira linha, o galego Arturo Cota, Seta Leon, e Andreia Sousa, Peugeot 306, na segunda. César Fortuna, com o pequeno Citroën AX, estava na terceira linha.
Na final, Paulo Sousa comandou e terminou com uma diferença de mais de três segundos sobre João Novo, o segundo classificado. Adão Pinto foi terceiro, seguido por Arturo Cota, Andreia Sousa e César Fortuna.
No Campeonato Andreia lidera, seguida por João Novo e Adão Pinto.
Classificação final

Paulo Sousa

João Novo

Adão Pinto

A vez de Mário Teixeira
Na Super 1600, a vitória foi de Mário Teixeira, que já há umas provas vinha “dizendo” que queria vencer.
Nas qualificações Mário Teixeira, Ford Fiesta venceu duas, deixando as restantes para João Ribeiro, Citroën Saxo, e André Sousa, Peugeot 207.
Na primeira linha, ficaram Mário Teixeira, com a pole. Ao seu lado João Ribeiro e António Sousa, Peugeot 208. Este, depois de dois segundos lugares nas qualificações.
Seguiam-se na segunda linha José Queirós, Peugeot 206, e André Sousa. Depois, Hélder Ribeiro, Citroën C2, Joaquim Machado, Peugeot 208 e Sérgio Dias, Renault Twingo.
Na final, Mário Teixeira não deu hipóteses aos seus adversários e venceu. Em segundo terminou João Ribeiro, na traseira do vencedor, seguido de José Queirós, ainda próximo, e com André Sousa na sua traseira. Boas finais as destes pilotos.
António Sousa, foi quinto, com Sérgio Dias a terminar no sexto posto. Mais atrás, com os motores a falharem, classificaram-se Hélder Ribeiro e Joaquim Machado.
Pelos treinos ficou Ricardo Soares, com Rogério Sousa a não passar da segunda manga. Ambos com problemas mecânicos.
João Ribeiro lidera o Campeonato, agora com maior distância sobre o segundo, que é Joaquim Machado. Para terceiro, passou Mário Teixeira.
Super 1600, uma categoria de forte espetáculo, como fica provado por todos os pilotos ficarem, nos treinos oficiais, dentro do mesmo segundo. Bem merecia ser ela a encerrar o programa das provas, em vez do Kartcross.
Classificação final

Mário Teixeira

João Ribeiro

José Eduardo Queirós

Tiago, na A 1.6, continua imbatível
Teremos de recuar até ao ano de 2017, para encontrarmos um vencedor diferente, na categoria Nacional A1.6, pois nos últimos dois anos, Tiago venceu todas as corridas.
E, em Montalegre, Pedro Tiago deu a receita habitual, com o seu Citroën Saxo.
Nas qualificações teve nota máxima. Conquistou a pole, com Américo Sousa, Citroën Saxo, e Leonel Sampaio, Citroën Saxo, ao seu lado. Na outra linha, Avelino Martins, Citroën Saxo, na sua segunda prova. Uma prova em que foi evoluindo, a sua condução.
A final teve pouco que contar. Pedro Tiago venceu e poderá celebrar mais um Campeonato em Lousada. O segundo foi Américo Sousa, com Leonel Sampaio a cortar a meta na terceira posição. Depois, terminou Avelino Martins.
Tiago domina, no Campeonato, seguido por Américo Sousa e Leonel Sampaio.
Classificação final

Pedro Tiago

Américo Sousa

Leonel Sampaio

Mauro Reis, vence novamente
Nos Super Buggy, estiveram presentes quatro pilotos. A vitória foi de Mauro Reis que, desta forma, deu importante passo para a conquista do título.
Na prova, Nelson Barata apareceu com nova decoração, no seu Toniauto NB. Uma decoração que homenageava o seu amigo, Daniel Nunes, o piloto de Ralis, que já passou pelo Ralicross, e que foi vítima de um brutal acidente rodoviário. Do qual se encontra em franca recuperação, felizmente.
Nas mangas foi Mauro Reis, HSport TT, quem deu o mote, ao conquistar a pole só com vitórias. Ao seu lado estavam Nelson Barata e Ricardo Faria, Atmos Storm. Da linha seguinte, partiu Arménio Rodrigues, GRT MXG.
A final teve como líder, durante as oito voltas, Mauro Reis, que foi o único a completar as sete voltas. Em segundo, com menos uma volta, terminou Arménio Rodrigues, seguido Nelson Barata, com uma transmissão partida. Ricardo Faria, ficou pelo decorrer da segunda volta, ao ter capotado, depois de um incidente com Nelson Barata, que tinha feito um pião na pista.
Reis lidera o Campeonato, agora mais distanciado, seguido por Nelson Barata e por Arménio Rodrigues
Classificação final

Mauro Reis

Nelson Barata

Arménio Rodrigues

Vitória e título para Jorge Gonzaga
Jorge Gonzaga venceu e sagrou-se virtual Campeão de Kartcross. Agora, só terá de alinhar nos treinos de uma das próximas provas e esperar que a FPAK publique as classificações finais, do Campeonato, para ser bicampeão de Kartcross.
Nas qualificações, Jorge Gonzaga, ASK, Maikel Vilas, La Base RX01, e Rui Nunes, Semog Bravo, dividiram entre si as vitórias. Uma para cada.
Mas na pole ficou Castro, com Jorge Gonzaga e Maikel Vilas ao seu lado.
Partida para a final e uma carambola na primeira curva. Mais uma vez, sem que houvesse penalizações, tal como tem sido habitual noutras provas.
Prejudicados, foram Maikel Vilas e Alexandre Borges, Semog, que ficaram parados.
A final foi ganha por Jorge Gonzaga, seguido por Sérgio Castro e Rui Nunes. Na quarta posição, terminou José Carlos Pinheiro, La Base RX01, depois de ter andado várias voltas em terceiro. Boa prova, a de Pinheiro. Nuno Bastos, ASK EVO 12, Luís Almeida, La Base RX01, Fábio Machado, ASK, e Pedro Marques, ASK EVO 2014, o vencedor dos Rookies.
Não alinharam na final Pedro Rabaço e Pedro Rosário.
Gonzaga já é o virtual Campeão. Nos segundo e terceiro lugares do Campeonato, devem estar Rui Nunes e Nuno Bastos, respetivamente.
Classificação final

Jorge Gonzaga

Sérgio Castro

Rui Nunes

Pedro Marques - Vencedor do Rookies

A próxima jornada é em Lousada e promete uma Lista de Inscritos muito preenchida.

rodape_2.png

Rx-Kx-SB na Federação

FPAK

Go to top
JSN Boot template designed by JoomlaShine.com