Pelas respostas que obtivemos dos concorrentes da época anterior, parece que este ano será um ano mau para a Nacional.

João Novo a lutar pelo bi-campeonato, o jovem piloto de Aveiro, Campeão em título deverá estar presente na mesma divisão. Depois de ter “feito uma perninha” na Super 1600, na Taça de Portugal, tudo levava a pensar que Novo iria para outra divisão. Em conversa com o jovem ficamos a saber que tal não irá acontecer. O Citroën C2 irá juntar-se ao museu da família, museu esse que conta já com um número invejável de viaturas.
Quanto a Andreia Sousa para já nada de certezas, conforme já noticiámos (ver notícia). Parece que a jovem vai ter um ano sabático.
Adão Pinto deverá continuar a lutar pelo lugar mais alto do pódio. Há semelhança do ano passado, está nos planos a sua presença em todo o campeonato.
César Fortuna e Nuno Génio poderão fazer algumas corridas, mas sem cumprirem o calendário todo. Na mesma situação está Gonçalo Macedo, no ano em que deixa a Iniciação, o jovem ainda não tem certezas.
Quanto a Paulo Sousa e o seu BMW que tanto espetáculo dá, sabemos que o piloto estará na Velocidade, mesmo assim esperamos vê-lo a abrilhantar algumas das nossas corridas.
Ouve-se nos bastidores que Luís Carvalho poderá mudar de viatura e de divisão, mas não foi possível confirmar a informação.
Relativamente aos restantes pilotos que abrilhantaram a divisão em 2019, não temos muito a dizer, apesar das tentativas de obter informações, poucas certezas existem.
Pena que aparentemente a Nacional vá ser pouco participada. Esta é daquelas notícias em que esperamos estar enganados.

Pin It
rodape_2.png
Go to top
JSN Boot template designed by JoomlaShine.com