Dando continuidade ao artigo anterior, desta feita no relativo ao Kartcross e Super Buggy, mantendo a ideia de simplicidade e interesse do público em geral.

Há quem defenda que o Kartcross quando feito em pistas mistas, pistas de Ralicross, deveria seguir as regras do Ralicross, mas essa é outra questão. Também a quantidade de provas e obtenção da pontuação já foi noticiada AQUI.
O Kartcross tem três subdivisões, Kartcross, Iniciados de Kartcross e Rookies, correm juntas e com as mesmas regras. As diferenças estão em que concorrentes se podem inscrever nessas divisões.
Quanto ao Super Buggy, existem duas subdivisões, Super Buggy e SSV, embora corram juntas, são dois Campeonatos diferentes. São diferenciadas pelo tipo de viaturas usadas.
O Kartcross e o Super Buggy fazem treinos livres e cronometrados e disputam três corridas de qualificação e finais, podendo existir só a final A ou existirem outras, conforme o número de pilotos classificados.
Quanto aos treinos, uma sessão de sete voltas, as três primeiras são treinos livres e as quatro últimas são cronometrados. Nessa sessão estarão em pista no máximo sete viaturas em simultâneo.
A grelha para a primeira corrida de classificação é feita pelos tempos dos treinos cronometrados. Para a segunda corrida pela classificação da primeira. Já na terceira corrida contam a soma das duas corridas anteriores. À semelhança do Ralicross será dada a pole ao piloto melhor classificado. De lembrar que a pole é o lugar da grelha mais bem posicionado para a primeira curva do circuito. O detentor da pole pode escolher o lugar que pretende ocupar, tal acontece na pré grelha, o segundo classificado também poderá escolher.
Quando um piloto não participa o seu lugar na grelha fica vazio.
Existindo mais de dez concorrentes, serão repartidos por séries. A pole na primeira série será do piloto melhor classificado, ficando para o segundo melhor classificado a pole da segunda série.
As corridas de qualificação são compostas por 6 voltas e um máximo de 10 viaturas, as finais por 8 voltas e um máximo de 15 viaturas.
No relativo às grelhas, três viaturas serão posicionadas na primeira linha (direita, meio e esquerda), na segunda linha serão posicionadas duas viaturas atrás dos lugares livres da primeira linha. Para as outras linhas o esquema repete-se.
Quanto ao apuramento para as finais, estão apurados os pilotos que tenham participado no mínimo em duas corridas e a grelha é feita pela soma dos pontos das três corridas de qualificação. Quando o número de apurados é superior a vinte, será feita uma final B, os três primeiros da final B serão os últimos a ser posicionados na grelha para a final A.
Na final A estarão 15 viaturas. E serão esses que irão obter os pontos relativos à final para efeitos de Campeonato.
Para se classificar no Campeonato existe uma inscrição prévia. Para que o mesmo seja válido é necessário existirem no mínimo três pilotos classificados, em três provas, na divisão ou subdivisão em causa.
A joker lap, à semelhança do que acontece no Ralicross, é obrigatória. Poderá saber mais sobre este percurso alternativo na nossa notícia anterior.
Estas são as regras base relativamente ao desenrolar das provas de Kartcross e Super Buggy. Poderá ler os regulamentos Kartcross AQUI, Super Buggy AQUI

Nota: O acima refere-se ao Regulamento em vigor e atualizado a Kx - 5/12/2019 Super Buggy 6/12/2020

Pin It
rodape_3.png
Go to top
JSN Boot template designed by JoomlaShine.com