Este ano, além das inscrições nos Campeonatos, caso queiram para ele pontuar, há que indicar prova a prova, se ela deverá contar.


Ou seja. Relativamente ao 46º. Ralicross de Sever do Vouga, ao inscrever-se, o concorrente deveria indicar se quer que esta jornada pontue.
Agora, lá vem a tal transparência. Quanto a nós, a Lista dos Inscritos, ou outra a publicar antes da jornada, teria que indicar todos os pilotos que escolheram Sever do Vouga como prova para pontuar. Listar todos os que o fizeram, para que não haja a hipótese de, depois da prova, e conforme ela lhe tenha corrido, consiga modificar a indicação antes dada. Ou seja. Se deu como prova a pontuar e ela lhe correu mal, retirá-la. Se a prova lhe correu bem, e não estava inscrito, colocá-la a pontuar.
Não nos esqueçamos que há por aí muitos “hackers” e que o portal da Federação, face à sua juventude, ainda tem alguns “bugs”.
Por outro lado, há que retificar o “Artigo 13.1.1 das PGAK– Pontuações Extras Ralicross – 1 ponto Pole Position + 1 ponto Volta mais rápida na final”, pois de forma alguma está concordante com o “RD CPRx 2020 – Artigo 15.2.2 – Pontuação Extra 1 ponto Volta mais rápida na final”.
Relembremos que, no Ralicross, não vai haver Treinos Oficiais. Só há os livres.

Pin It
rodape_2.png
Go to top
JSN Boot template designed by JoomlaShine.com