Nasceu em março e vai na sua segunda edição, trata-se de um projeto que vem ocupar um lugar que há muitos anos estava vazio.

A revista inteiramente dedicada ao off-road nacional, conta com reportagens sobre as corridas. De outra forma não poderia ser. Entrevistas e factos de interesse.
Nesta sua segunda edição, que vai sair em papel, o tema é a prova de Lousada e as mulheres do Ralicross.
Não só as que brilham dentro de pista, mas as que fazem a máquina rolar. Evidentemente, que no que toca a fazer a máquina rolar, temos uma pequena amostra, com duas entrevistadas.
Desta feita, alguém se lembrou das mulheres que trabalham como homens, eu direi até mais que os homens, dentro de pista e com as máquinas na mão. Tenho a certeza que a Tânia Machado, fotografa, partilha a minha opinião. “Desta vez alguém se lembrou que temos um papel no Ralicross”.
Quanto à revista, o projeto é da JP Rali, e são eles que deverão contactar para a obter. A página da JP Rali no Facebook é sobejamente conhecida.
Quanto a mim, “pobre escrava do Ralicross”, agradeço do fundo do coração a lembrança. Mas não é só por se terem lembrado de mim, é acima de tudo, por se terem lembrando que as mulheres são fundamentais no Ralicross. Um grande OBRIGADO pela iniciativa, em meu nome e de todas as que estão por “detrás” dos nossos pilotos.

Pin It
rodape_2.png
Go to top
JSN Boot template designed by JoomlaShine.com