Jorge Gonzaga, “Joca” para os amigos, conquistou o seu terceiro título, consecutivo, de Campeão de Portugal de Kartcross.
Apesar da sua curta carreira na modalidade, “Joca” soma e segue.

Quais as dificuldades sentidas, em relação do Covid, foi a primeira questão colocada. “A maior dificuldade surgiu pela limitação do número de pessoas na box e no impedimento de utilização das pistas no início da pandemia. Tínhamos um plano delineado para testar e aprender mais coisas e ficou tudo um pouco mais difícil”. Começou o piloto lousadense.

Como correu este ano, tão atípico, em termos de corridas. “O ano 2020 foi bastante exigente sobretudo porque mudamos de marca de chassis e houve todo um processo de aprendizagem que tivemos de seguir. O resultado foi o melhor, mas o caminho foi complexo e tivemos de começar muito fortes e ser resilientes quando as coisas correram pior. A ideia de que se ganha um campeonato na última corrida é uma utopia e este campeonato começou a ser ganho logo em janeiro de 2020”.

Quanto ao melhor e pior momento do Campeonato 2020. “O pior momento foi quando, após o acidente do Soares, dei por mim sozinho a fazer um treino de kartcross em Lousada. Foi o despertar para uma realidade difícil de gerir, mas que teria de contornar. O melhor momento aconteceu antes da prova de Montalegre quando me apercebi do carinho e incentivos que recebi de imensas pessoas num treino de equipa. Percebi que estava a encarar as coisas de forma errada e recuperei a alegria e confiança que sentia a pilotar. Foi um momento importante para voltar a ser “eu próprio” dentro de pista”.

Jorge Gonzaga deixou alguns agradecimentos. “Os agradecimentos vão para todos os que me apoiam de forma mais direta, como a família, os amigos, os patrocinadores, mas também todos os adeptos que “gostam” e “partilham” as notícias e fazem com que os nossos feitos cheguem mais longe. Todos são parte integrante do nosso sucesso como equipa e o agradecimento é fundamental”.

Para terminar, como não podia deixar de ser, a questão foi sobre o projeto para esta nova época, que se aproxima. “O projeto 2021 passa novamente pelo campeonato de Portugal de kartcross, com uma intenção mais vocacionada para o desenvolvimento do chassis. Ainda não foram publicados regulamentos, mas não se preveem alterações substanciais pelo que deverei manter o mesmo equipamento deste ano. Tenho um convite para competir na velocidade, mas ainda não quero deixar o kartcross. Talvez faça uma ou outra experiência na velocidade, mas ainda não há nada de concreto”.
Jorge Gonzaga, piloto que conduz um chassis LBS RX 01, certamente vai lutar pelo seu quarto titulo de Campeão, nesta época que se aproxima.

 

Pin It
rodape_2.png
Go to top
JSN Boot template designed by JoomlaShine.com